Take-away sem lixo

Cá em casa todos gostamos de sushi. E de piqueniques. Mas juntar as duas coisas costuma implicar um montão de lixo, entre caixas de plástico e saquinhos de molho e pauzinhos e garrafas e… enfim. Por isso desta vez resolvemos levar a nossa própria caixa ao restaurante. E eles muito simpaticamente acederam ao pedido.🙂

image

Os empregados revelaram-se muito abertos e prestáveis, mesmo apesar do chefe de loja olhar para mim com aquele ar de quem realmente não entende as questões ecológicas. Bom, talvez os bons exemplos o levem a pensar no assunto. Por estas razões ponho o Yo Sushi do Colombo na minha lista branca. Ah, e o sushi é bom e tem bom preço.🙂

E para aqueles que vão já dizer “ahá! apanhado a comer sushi! isso não faz parte da nutrição paleolítica!!”, declaro que sou praticante da regra 80/20.😉 Bom, na verdade, é mais para o lado dos 90/10… e normalmente reservo a exceção para o sushi!

~ por Vasco Névoa em Junho 13, 2012.

6 Respostas to “Take-away sem lixo”

  1. Este teu post (mais especificamente a frase onde disseste “talvez os bons exemplos o levem a pensar no assunto”) fez-me lembrar algo que li sobre comida organica:
    http://www.foodsafetynews.com/2012/05/does-organic-foods-make-jerks-out-of-people/

    “But such foods also leave their adherents with the notion that organic food and people who eat them are more superior, Eskine figures. One report on the study said people develop a “holier-than-than-thou” sense of superiority.” ;o)

    • Caro Luis:
      Independentemente de eu ser um “convencido” (não estou a confirmar nem desmentir)😉 o facto permanece: eliminar a utilização de embalagens descartáveis é de longe a coisa mais ecológica que podemos fazer. Mais ainda do que evitar o uso de combustíveis fósseis. As embalagens têm um custo ambiental complexo, pesado, e invisível para o consumidor. Tal como tudo o resto que nós fabricamos em série, e têm uma vida útil radicalmente curta. Existe aqui uma desproporção extrema entre a pegada ecológica de uma caixinha de plástico usada no sushi e os poucos minutos de utilização prática que elas na verdade têm.
      Considera a extração e refinação da matéria prima, transporte da mesma, processamento com água e energia, transporte do granulado, novo processamento com água e energia, e transporte da caixa pronta. no fim pode ser descartada para o lixo – mais um transporte – onde vai ser queimada recuperando alguma energia mas libertando toxinas para o ar, ou pode ser reciclada. na reciclagem é preciso separar, lavar, triturar, e refundir para poder reintegrar no ciclo fabril (mais energia e água). infelizmente o plástico reciclado, em grande parte dos casos, perde as características iniciais e já não é escolhido para os mesmos fins. Por isso uma caixa já não volta a ser uma caixa, provavelmente será transformada em painéis compósitos. E estes já não podem ser reciclados, ou se forem é para algo de ainda menor valor. Ao fim de 1 ou 2 ciclos a coisa acaba inevitavelmente na incineradora.

      Percebes agora a importância da atitude? Na sociedade do consumismo desenfreado, pequenas ações têm enormes consequências. Se isso me faz parecer arrogante… é um preço que eu posso pagar de consciência tranquila. 🙂

      • É claro que a coisa poderia ser diferente se aquela anormalidade chamada ASAE deixasse de impedir os restaurantes de aceitar de volta as suas próprias embalagens, que podiam lavar e reutilizar. Bastava reutilizar a mesma embalagem uma vez para automaticamente todos os impactos que descrevi serem reduzidos pela metade.
        Mas não dá, a burrocracia impede o bom-senso a bem do denominador mínimo comum da saúde pública à prova de imbecis. Por isso, viva o tupperware.😀

      • Oh, eu nao tenho nada contra a ideia de usar tupperwares.
        Achei foi engracado tu escreveres um post sobre isso e a forma como o escreveste ;o)
        Como disse, fez-me lembrar aquele artigo! HEHEH

  2. Sushi não é paleolítico? Aquilo é tudo comidinha da boa, natural e crua, ainda por cima. O arroz é o menos, ainda há uns tempos havia um post no Daily apple por causa do elevado consumo do arroz por parte dos asiáticos.🙂

    • Olá Tânia!🙂
      Pois, não é mesmo nada paleo, principalmente por causa do açúcar com que se faz o arroz de sushi.🙂
      Mas que se lixe, um pouco de sushi de vez em quando não mata ninguém, principalmente quem já recuperou o metabolismo. Em termos de saúde, fica muito acima de um pão integral ou um prato de massa!😀

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: