Ora toma!

Vi a emissão em directo da experiência final da Steorn.

Tenho a dizer que do ponto de vista da engenharia electrotécnica não vi absolutamente nada de suspeito ou confuso.

Eles efectivamente demonstraram que a energia eléctrica gerada na bobine de saída do sistema é maior que a energia nas bobines de entrada (que fazem girar o rotor). As curvas de integral R*I² são muito claras nesse aspecto. Mas para mim bastava terem-me mostrado o motor a rodar que eu já ficava espantado. Aquele motor não deveria rodar, segundo o que aprendi na escola. E é óbvio que roda.

É claro que aqui entram todas as dúvidas do costume: calibração e fiabilidade dos instrumentos, como por exemplo quais foram as escalas efectivas e o R da bobina de saída programado no osciloscópio… ou seja, se restarem dúvidas, estas são relativas à honestidade com que foram feitas as demonstrações, e não de base técnica.

Uma coisa que me deixa triste é a baixa qualidade técnica da audiência presente durante a demonstração. Como pode alguém aparecer lá a dizer que é uma das pessoas a tentar reproduzir o fenómeno e não ser capaz de compreender um integral quando o vê num osciloscópio?

Felizmente já houve uma reprodução independente feita por alguém competente e diligente, e que ainda por cima publicou abertamente tudo o que realizou e toda a informação de base. Trata-se do francês Jean Louis Naudin, um autêntico veterano no que toca a estas andanças de Free Energy.

Agora a bola está no campo dos engenheiros sérios e também dos cientistas de materiais. A Steorn convida qualquer pessoa a dirigir-se lá com os seus próprios instrumentos de medida e validar por si próprio durante mais uma semana. No entanto, ainda existe a possibilidade de tudo isto vir a tranformar-se em decepção e escândalo, pois o diálogo está a ser feito na praça pública e não nas instâncias correctas do meio científico. Mais uma vez os cientistas mantêm-se aparte para não se “sujarem” com tabus… a reputação pelos vistos conta mais do que o futuro e o progresso…

~ por Vasco Névoa em Janeiro 30, 2010.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: