Microsoft, when will you learn?…

Li um artigo interessante sobre a “polémica” do novo mecanismo de segurança “UAC” que está presente no Vista e “melhorado” no Windows 7.

O último Windows que usei diariamente foi o XP Professional, e quando saíu o Vista já eu estava completamente rendido ao GNU/Linux há uns 5 anos, por isso nem perdi muito tempo a ver que “fantásticas” vantagens o novo produto traria. Eu sabia que iria ser obrigado a olhar para ele mais cedo ou mais tarde, como “geek oficial” da família…😦 Mas a coisa que mais me agradou foi ver que a MS tinha aprendido a lição da segurança, e tinha introduzido a UAC. Talvez agora os “Lemmings” que clicam em tudo o que se mexe pudessem aguentar um ano inteiro sem ter de formatar o PC?…

A UAC, pelo pouco que li, é uma bela peça de engenharia informática; é algo que funde os conceitos do “sudo” do GNU/Linux com a “inteligência” de segurança do SELinux ou do AppArmor. No entanto, são “pérolas a porcos”, pois o sistema falha na peça principal: o utilizador.

Previsivelmente, como um certo portátil da minha família acabou de comprovar, nem com a UAC a coisa vai ao sítio. E quando se pergunta o que aconteceu, a resposta nunca é muito diferente: “Nada, só estive no Messenger…”. Bom, eu já cumpri a minha sentença de mais de 500 instalações de SW da MS ao longo da minha adolescência e juventude, e por isso nunca mais o irei repetir – para mim já chega de SW obsoleto. Lavei então as minhas mãos do problema com a minha nova postura: “Não dou suporte a Windows. Se quiseres, posso instalar-te o Linux. Senão, podes ir a uma dessas clínicas de PCs que há tanto agora por aí. Queres o meu conselho? Compra um Mac.”

Sim, é verdade que estou a ficar rezingão com a idade; mas por outro lado também estou a ficar mais sensato: para quê insistir numa via que não dá fruto? As pessoas compram Microsoft “porque sim”. Porque “toda a gente usa”. Isto não passa de marketing por medo, puro e duro. Medo do desconhecido. Medo de ser diferente. Carneiros…

Esta foi a resposta que escrevi lá no blog do tal artigo sobre a confusão da UAC:

Microsoft is getting bitten on the behind by a decade of fostering computer ignorance instead of computer literacy.
They tried to turn the PC into an easy “household appliance” (like Apple), but they didn’t want to make compromises on flexibility (unlike Apple). The result is a very flexible and popular system, but it has no good concept of security.

I’m a Linux/FLOSS user myself, and I hate Apple’s marketing guts, but whenever someone comes to me asking if I can “unjam” their shiny new Vista (that gets bogged down in malware just as fast as XP), I just tell them they have 2 choices: Linux or Apple. Either way, dump Windows, since you clearly do not know how to operate it effectively.

One may say that Apple and GNU/Linux have done a tremendously good job of meeting the user’s needs and still having acceptably secure systems, but this is only partly true. The deeper truth is that these 3 user pools are very distinct: Apple fans don’t mind having their freedom taken away, as long as their stylish new expensive status-setting gadgets perform as “sexylly” as they expect; GNU/Linux users defend their power, freedom, and community with teeth and nails, even if it means they have to get down and dirty and do some mechanic’s work under the hood every now and then; and Windows user’s don’t care about anything. They just swallow the latest trend because some teenage clerk at the PC store told them it is so. And then they go home and click Pavlovianly through every warning, button, menu, and window, because they really don’t know (and don’t care) what it all really means. Apple solves the problem by telling their users what they can and cannot do; GNU/Linux solves the problem by educating their users and making them responsible for their actions; and Microsoft is still expecting to identify all relevant use-cases and have a built-in “wizard” capable of dealing with them in a “fool-proof” way.

But when you have a user pool that doesn’t understand (or care about) the concept of software, and regards a security warning as an obstacle, there isn’t much that you can do about it, is there?

~ por Vasco Névoa em Fevereiro 10, 2009.

Uma resposta to “Microsoft, when will you learn?…”

  1. Pois muito bem se fala portugues por aqui..:-)) (n tenho o bonequinho ou seja o tal smile q tantos falam) pois é verdade nada como ser diferente nem q seja somente no seu PC.
    Pois gostei do discurso…:-)))
    Assim vamos longe, pena sermos tão poucos
    Fátima B.Fernandes…-)) se te lembras…quem sou eu…:-))))))

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: