Bicicletas eléctricas

Ando à procura de uma bicicleta eléctrica simpática para substituir o meu carrito no dia-a-dia da cidade. Algo entre a bicicleta pesada e a motorizada leve…

Estas são aquelas que encontrei no nosso mercado até agora. As fotos são links para as lojas.

  • “Loja da trotinetes” – 600 euros; pesada, rafeira, e feia como tudo… típico produto chinês de largo volume. E o facto de se encontrarem várias à venda nos leilões também não diz nada de positivo…

  • “PowaBike” – 1600 euros; não gosto do facto de o motor estar na roda da frente e as baterias atrás, vai derrapar nas subidas… e o preço também é um bocado alto. Esta loja tem mais modelos, todos entre os 1300 e os 1600 euros.

  • “Monty E-45” (M.P. Marques) – 1315 euros. De longe o melhor compromisso, tem aspecto robusto, boa autonomia e tracção atrás. Pena que o quadro tem um design um pouco “ameninado”… A loja tem mais 2 modelos (802 Euros e 675 Euros). A “bikezone” também oferece este e outros modelos “monty” por preços ligeiramente mais baixos.

  • “Hudson Black Label” (Sirla) – 2100 euros. Apesar do design simples e robusto e da grande autonomia, tem a tracção à frente e é cara como tudo!!! Mas tem aquele aspecto “retro” de “pasteleira” dos anos 50 muito apreciado em alguns circuitos…😉

  • “Giant Twist 1.1” (BikeMorais) – algo com um look bastante neutro e aséptico por 2470 euros. Tem o problema da tracção dianteira e peso atrás, mas a autonomia de 130km faz-nos pensar. No entanto, acho que ia ficar sem baterias logo no primeiro dia, visto que elas estão apenas metidas nos alforges traseiros (mesmo à mão do larápio), em vez de embutidas no quadro…

E pronto, por agora é tudo… Se alguém com interesse quiser completar a lista, agradeço!

~ por Vasco Névoa em Julho 15, 2008.

26 Respostas to “Bicicletas eléctricas”

  1. Se quiseres uma scooter eléctrica há-as aí… bereco, ecoglady e vetrix (esta já é mota mesmo, equivalente a uma 125cc).
    Também já vi por aí kits para bicicletas normais… roda c/ motor + controlador + bateria + carregador.

  2. É que por exemplo a bereco base (http://www.bereco.pt/) anda nos 2000 eur, tens aí bicicletas mais caras que isso. Conheço um bacano que tem uma para ir para o trabalho (mora aqui na nossa zona) e fiquei de ir lá ver a mota, se quiseres podemos combinar.

    Ainda há também a e-Max, tá quase a vir, mas é mais cara.

  3. Qual vais comprar não sei. Mas eu quero dar uma volta😛

  4. Obrigado, NJay, eu sabia que tu sabias!!!🙂

  5. Ricardo, tá prometido, és o primeiro da fila!🙂

  6. A Volkstore em Vagos ( Aveiro) vende bicicletas eléctricas,tem 10 modelos diferentes.
    O site é o http://www.volkstore.com.pt.
    De momento o site não esta online pois esta a ser todo alterado como me foi dito pela empresa.
    Tem modelo smuito bonitos e com preços excelentes.
    Podem falar com o Srº Paulo,é uma pessoa muito simpatica.
    O numero é o 966580034.

  7. não sei se já compraste mas eu adquiri uma Monty E-45 e é muito boa. Recomendo vivamente

  8. Contactei a volkstore e optei por comprar o modelo carrera,um modelo muito bom,era mesmo o que procurava.
    Vejam os outro modelos que eles tem para venda,recomendo.

  9. Boas.

    Eu estou a pensar comprar uma bicicleta eléctrica para andar em Lisboa. Mas se me deparo com subidas, fico tramada. Não consigo praticamente pedalar quando é a subir. Uma desgraça, mesmo.

    Então achei que uma bicicleta eléctrica seria o ideal, mas não percebo nada de bicicletas. Já li algumas coisas e parece que devem ser preferencialmente leves e ter mudanças. Mas quanto aos outros componentes, fico completamente à nora. Alguém me pode dar uma ajudinha?

    Obrigada

  10. Benvinda, Ana.

    Tenho uma boa notícia a dar-te: ao fim de um mês de uso quotidiano da bicicleta, ficas outra. O teu corpo vai descobrir músculos e energia que não sabias que tinhas.😉 E nem é preciso andar a “esticar”, basta andar regularmente. Experimenta e vê.

    Quanto à compra de uma bicicleta, os aspectos principais na minha opinião são:
    – A ergonomia da posição de condução; isto é algo que o pessoal costuma ignorar, mas é essencial. Se apenas queres passear, e maioritariamente em plano, então escolhe uma “pasteleira” – uma bicicleta de passeio: são as mais confortáveis. Sê exigente durante a compra: um assento “durito” nos primeiros 5 minutos torna-se num calvário sangrento ao fim de 20 km. As de passeio podem ter assentos muito bons, alguns com umas molas enormes. Se fores fazer alguns percursos fora de estrada, então uma BTT tem de ser. Aqui a posição de condução é mais agressiva, e as costas pagam por isso, mas o gozo é diferente. Ainda mais agressiva é a bicicleta “de pista” ou “de estrada”, igual às que se usa na volta à França. Só aconselhada a peritos.
    – O peso, tal como disseste; deve ser o mais leve possível, mas nada de exageros, pois uma bike verdadeiramente leve custa fortunas e não se justifica. Eu ficaria no intervalo 250 a 500 EUR, para começar.
    – As mudanças são imprescindíveis em Lisboa; não só te permitem atacar as subidas e gozar as descidas, mas acima de tudo permitem-te dosear o esforço face ao trabalho de forma a encontrares o teu nível natural de esforço. Assim que o encontrares a tua autonomia vai crescer enormemente. Não importa muito quantas são, pois isso só tem importância nos casos extremos; têm é de estar lá!
    – A suspensão; convém ter amortecedores à frente, aumentam bastante o conforto; mas como não vais andar em competições de “downhill”, evita os amortecedores traseiros pois só servem para encarecer a compra.
    – Os travões; não precisam ser de disco, como agora está na moda… são os mais caros. Mas têm de ser bons. Aqui é mais difícil escolher, a qualidade varia muito. Podes guiar-te pelo preço, mas é difícil… No mínimo, têm de ser “V-brake”; no máximo serão de disco. Mas este pormenor estará normalmente em concordância com o preço do resto da bicicleta, por isso não carece de grande preocupação.

    Agora face à versão eléctrica… Até pode ser uma boa opção, pois vai permitir-te encarar desafios maiores e até “fazer batota” quando a preguiça bater.😉
    Mas não é à partida essencial… o essencial é mexeres-te com regularidade!!!🙂

    No domínio eléctrico há todo um novo conjunto de problemas… as baterias sendo o maior. As baterias de Chumbo são as mais baratas, mas também são pesadas e levam pouca carga. A seguir tens as de Níquel, que são um bom compromisso, mas são difíceis de encontrar no mercado. E depois tens as de Lítio, que é a nova moda, e levam a maior carga no menor peso mas por um preço muito alto.
    Quanto ao motor, aí convém saber que existem limites legais à potência e à velocidade máximas da bicicleta, e por isso não adianta comprares demasiado potente (confiscavam-ta).
    Ainda posso acrescentar que há dois “modos” eléctricos: um tem um acelerador no punho, e não precisas de pedalar se não quiseres; o outro é o “pedelec” e é uma “assistência eléctrica” que funciona apenas enquanto pedalas.

    Boas pedaladas!!!

  11. Obrigada pelos esclarecimentos Vasco!🙂 Encontrei uma pessoa que faz adaptações nas bicicletas “normais” para bicicletas eléctricas. Estou a pensar comprar uma bicicleta de estrada para que ele depois faça as alterações (isto se for possível). Estive a ver as da Decathlon. POdes dar uma espreitadela no site para me dizeres se são uma boa escolha e qual delas a melhor?

    Obrigada!

  12. Vou apenas dar uma opinião pessoal, para servir de exemplo. Convém experimentares antes de comprar!

    Dependendo se tencionas fazer subidas íngremes ou não, as “BTwin Elops” entre 300 e 400 EUR parecem-me bem.

    Se houver subidas no teu caminho, convém meter o motor eléctrico na roda de trás e não na da frente (para não derrapar na subida). Por isso convém que seja uma bicla que tenha mudanças “tradicionais” de carretos atrás (como a ELOPS 5). Com alguma arte, mete-se lá também um motor bem escolhido.

    No entanto, se não houver subidas significativas, podes meter o motor à frente (é mecanicamente mais fácil, portanto deve ser mais barato), com a vantagem de libertar a roda de trás para umas mudanças “de cubo” mais robustas e que não requeiram manutenção, como as da ELOPS 7.

    Em resumo: para mim, era BTwin ELOPS 5 com subidas ou BTwin ELOPS 7 sem subidas.

    Mas cuidado que eu sou um gajo esquisito, hân?! 😉

    Já agora, gostava de saber quem é essa pessoa que converte as bicicletas… pode ser?

    • … Um ano depois…. Já comprei o motor; já encomendei a pasteleira com mudanças ao cubo; (travões de alavanca para ser mais dificil), bateria de LI-FE de 24V; e dentro de 15 dias eu digo qualquer coisa…

  13. Mais uma vez obrigada pelos conselhos. Vão dar bastante jeito😉

    A pessoa de quem falei tem um site http://www.superbateria.com. Aí podes encontrar os contactos dele. É um dos moderadores do fórum novaenergia.net.

  14. Boa noite,

    Se esta a procura de uma bicicleta electrica de alta qualidade,robusta, inovadora e com un design moderno, e que ja fez as suas provas no mercado estrangeiro e que vai ser importada no mercado portugues brevemente, pode ja visitar o meu site francês (www.electrics-bike.com) e que esta em construçao em versao portuguesa para ver, pelo menos os modelos (os preços indicados no site francês serao adaptados ao mercado português). Sistema de traçao inovador e unico situado ao nivel do pedaleiro o que proporciona mais potencia, menos esforço e maior equilibrio da bicicleta. Nenhuma subida resiste ! Se esta interessado ou para mais informaçoes, pode contactar-me ao 961 897 254 (Fernando Pascoal, importador e distribuidor oficial em Portugal).

    • Bem-vindo, Fernando.
      Vou fazer vista grossa à sua conversa de vendedor aqui no meu blog, não por acreditar nela (não vejo nada de inovador nas bicicletas do seu site, nem vejo qualquer vantagem no motor acoplado à pedaleira), mas por considerar que os seus preços não são maus (para uma fonte europeia) e que dá muito jeito ter um site como o seu por aqui, onde se pode comprar componentes interessantes como por exemplo uma bateria de lítio já pronta a usar.
      Boa sorte, e bons negócios.
      Ah, e espero que a revisão de preços para Portugal seja para baixo, e não para cima… 😉

  15. Os fabricantes de bicicletas elétricas devem andar loucos! Eu bem gostava de ter uma,mas por esses preços nem pensar. Por 1500 euros compra-se uma scooter elétrica com a qual não nos cansamos, andamos mais kms, por maior velocidade e com maior autonomia… Acho que as bicicletas elétricas são excelentes, mas esses preços são uma exploração.

    • A comparação que fazes é verdadeira, mas não muito justa.
      É que as scooters de que falas têm uma qualidade de construção baixa, e baseiam-se normalmente em tecnologias robustas mas muito antigas. Pelo contrário, a maior parte das bicicletas eléctricas são autênticas montras tecnológicas. Em suma, o público alvo é diferente nos dois casos: scooters -> solução prática e barata; bicicletas -> estilo de vida.🙂

  16. Hoje dei um saltinho à Decathlon de Alfragide para ver a BTwin Elops 7 eléctrica de perto.
    A qualidade dos materiais, acessórios, e design é excelente.
    Face a um preço de 999€, é uma proposta muito tentadora.
    Infelizmente, cometeram o “erro capital” de meter o motor na roda da frente. Para compensar a asneira e ganhar mais tracção à frente, o pack de baterias está numa bolsa em cima do guiador. Isto é mau por duas razões: 1 – desequilibra o guiador assim que se curva um bocadinho, o que é desagradável e pode tornar-se perigoso em curvas apertadas; 2 – as baterias estão mais sujeitas a vandalismo e roubo.
    É pena, pois é uma bela bicicleta (com quadro de senhora).

  17. Meu caro, não faça comentarios sem experimentar porque dizer mal pelas aparencias não vale. Até tenho uma das que classifica mal e estou satisfeito.

    • Tudo o que escrevo aqui é a minha opinião pessoal. Da mesma forma, a sua satisfação também é pessoal.
      E ainda bem que ambos podemos vir aqui partilhar as nossas opiniões.
      Se quiser dizer-me qual é a bicicleta em questão e quais os meus comentários que considera injustos, então poderemos debater mais objectivamente.

  18. Os preços das bicicletas electricas não podem e nem devem ultrapassar os 1000€ quem o fizer esta a ser chulo não se justifica preços elevadissimos mais de 1000€

    • Do ponto de vista de quem já fez as contas aos componentes e à mão de obra, vejo-me obrigado a concordar contigo.
      Efectivamente os preços de custo devem rondar os 400 EUR +- 100EUR… o que dá aos importadores uma bela margem muito superior a 100%.🙂
      Infelizmente, é mesmo assim: quem vende, fá-lo para ganhar dinheiro e não por motivos elevados de sustentabilidade ou massificação do transporte ecológico – isso é secundário. A lei da oferta e procura é quem dita os preços (fora uma qualquer influenciazinha de efeitos de cartel e monopólio, que felizmente neste mercado acho que ainda não existem); eles tentam o mais alto preço possível, e ajustam face à reacção dos compradores. Sempre foi assim na “economia de mercado”, o preço das coisas nunca está ligado ao seu valor, mas sim à percepção criada do valor (marketing)…
      Maiores chulos são as Microsofts deste mundo, e mesmo assim detêm 98% do mercado mundial… não vejo como castigar os chulos – a não ser através da inovação disruptiva.😉
      A melhor oferta que tive foi da Ecocritério, no Parque das Nações, que me vendia uma bina igual à que tenho por apenas 700 EUR. Infelizmente tinha de esperar um tempo indeterminado pela chegada de mais contentores da China, e não estava disposto a isso.
      Talve haja aqui um efeito real de escassez, embora seja possível que os fornecedores ou intermediários estejam a criar escassez artificial para aumentar o preço… não seria inédito…😉

  19. Bem, reparei que não colocam a “Bina” como uma alternativa viável… será por ser movida por um motor a gasolina? Será qe não é boa? De uma coisa eu gosto… do seu aspecto. Abraço

    • Efectivamente não é uma alternativa viável pois não é eléctrica…🙂
      De qualquer forma não sei de que Bina estás a falar, convinha fornecer um link quando se fala de qualquer coisa…😉

  20. Para quem não sabe o que é uma Bina este Fórum (http://bicicletasamotor.net/index.php) pode ser uma boa ajuda

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: