Tabela de múltiplos para jornalistas e tradutores

É costume vermos os norte-americanos afirmarem nos filmes, TV, e imprensa que a população mundial é de 6 biliões, mais coisa menos coisa. E os nossos tradutores e jornalistas nem pensam muito no caso e escrevem “biliões” também em português. Errado!!!

É curioso, mas os americanos usam um sistema de múltiplos diferente do resto do mundo: o “bilião” deles corresponde ao “milhar de milhão” nosso… ou seja, quando falam num bilião de dólares em Inglês (1.000.000.000) , isso é mil vezes menos do que um bilião de dólares em português, ou francês, ou alemão, ou qualquer outra língua que segue os standards internacionais (1.000.000.000.000). E esta, hein??

Pessoalmente, atribuo a diferença entre os dois sistemas à preguiça mental e falta de visão deles.. mas isso sou eu que tenho mau feitio.😉

A coisa torna-se particularmente gritante quando o número cresce… um trilião americano tem 12 zeros, e “cá fora” tem 18 zeros… pequena diferença, não? Ou seja, a gente mostra “1.000.000.000.000” a um americano e ele diz “trilião!”, enquanto todos nós sabemos que aquilo é um bilião.

E porque é que isto é importante?… porque estas quantidades já começaram a fazer parte do nosso dia-a-dia, e como a nossa cultura anda um bocado a reboque da deles, há uma quantidade de ruído a ser introduzida nas nossas contas. Exemplo: um “giga” quantos “megas” são? 1000, toda a gente sabe isso. Mas pelos standards (e pela lógica) deveriam ser 1.000.000. Senão para onde foi a expressão “1.000 megas”??? Desapareceu sem deixar rasto… Ah, e nem me falem do sistema de numeração de bytes (GigaBytes vs. GibiBytes vs. biliões de bytes), que aí a coisa torna-se impossível de seguir, por causa do marketing dos fabricantes de discos rígidos… não, é melhor nem ir por aí!! 🙂

Por isso, quando alguém vos disser “bilião” ou “trilião”, perguntem logo: “Americano ou Standard?”

Quaisquer dúvidas podem ser tiradas no Instituto Português da Qualidade.

~ por Vasco Névoa em Junho 18, 2008.

6 Respostas to “Tabela de múltiplos para jornalistas e tradutores”

  1. Um giga é e sempre foi 1000 megas. Onde foste buscar esse “standard” de serem 1.000.000 megas ?

    Não estarás a confundir com bimegas? isso sim, seria praí um mega de megas.

    Alem disso não existe o billião standard e o não standard. Ambos são standards – long scale e short scale. É verdade que todo o mundo menos os USA e seus encostados usam a long scale, e por consequência é “mais standard” que a short scale.

    wikipedia is your friend

  2. Boa noite,
    Gostei do artigo, por acaso não sabia isso da dos biliões americanos e internacionais.

    Em relação aos Gigas, pelo que aprendi em engenharia é 10^9, ou seja, 1.000.000.000 Isto vem da sequência dos outros múltiplos:
    ->k=10^3=1.000;
    ->M=10^6=1.000.000;
    ->G=10^9=1.000.000.000;
    ->T=10^12=1.000.000.000.000;
    Como podes reparar o expoente do 10 aumenta de 3 em 3, logo o Giga são 1000 Megas.

    Em relação aos bytes…… é a mesma coisa…
    Não pode haver só um padrão… é tal e qual como o ODF e o OXML😀😀 …
    Cumprimentos, e boa continuação.

  3. Correcção ao post anterior.
    onde está “Em relação aos bytes…… é a mesma coisa…” eu não queria dizer isso.
    Queria dizer que também à discrepância e muito tem a ver com o marketing. Claro que é melhor dizer que tem um disco de 160GB mas depois o espaço depois de formatar é bem menor…🙂

    Peço desculpa pela gralha acima.🙂

  4. Caro Bruno:

    Um “gigabyte popular” (armazenamento) sempre foi 1024 megabytes (e não 1000 megabytes). A base é binária e não decimal. 2^30 bytes.

    E um gigabit por segundo (velocidade) sempre foi 1000 megabits por segundo. A base é decimal, e não binária. 10^9 b/s.

    Porquê a diferença? por razões meramente de herança cultural.
    O armazenamento de dados tem uma forte influência da lógica de endereçamento binário, enquanto que a transmissão de dados tem uma forte influência da engenharia electrónica analógica, onde reina a base decimal.

    Por causa da confusão, o IEC criou nomes diferentes para a base binária – “GibiByte” = 1024 megas) – e para a base decimal – “GigaByte” = 1000 megas. Mas os fabricantes de discos não clarificam se estão a usar ou não os nomes correctamente.

    Portanto, hoje em dia, tens toda a razão: um gigabyte = 1000 megabytes. Mas não foi sempre assim. E não sei quem hoje usa isso a sério.

  5. Quanto à questão principal do artigo, respondo tanto ao Bruno como ao Nelson:

    Quando a conversa é entre engenheiros e cientistas há muito menos confusão, pois eles usam a notação científica (como fez aqui o Nelson Vinagre) e também usam a “short scale” dos americanos: k=10^3, M=10^6, G=10^9, etc. Seja GigaVolt, GigaWatt, GigaHertz, GigaByte ou o que for, todos sabem que é 10^9.

    Seria melhor para toda a gente se todo o mundo adoptasse o mesmo standard oficial, e tenho de reconhecer que o americano é mais simples de usar e parece mais simétrico.

    Vejamos a numeração segundo a “escala longa” (a nossa oficial):
    10^0 = Unidades
    10^1 = Dezenas
    10^2 = Centenas
    —————-
    10^3 = Milhares
    10^4 = Dezenas de Milhares
    10^5 = Centenas de Milhares
    —————-
    10^6 = Milhões
    10^7 = Dezenas de Milhões
    10^8 = Centenas de Milhões
    10^9 = Milhares de Milhões
    10^10 = Dezenas de Milhares de Milhões
    10^11 = Centenas de Milhares de Milhões
    —————-
    10^12 = Biliões
    10^13 = Dezenas de Biliões
    10^14 = Centenas de Biliões
    10^15 = Milhares de Biliões
    10^16 = Dezenas de Milhar de Biliões
    10^17 = Centenas de Milhar de Biliões
    —————-
    10^18 = Triliões
    10^19 = Dezenas de Triliões
    10^20 = Centenas de Triliões
    10^21 = Milhares de Triliões
    10^22 = Dezenas de Milhares de Triliões
    10^23 = Centenas de Milhares de Triliões
    —————-
    10^24 = Quadriliões
    etc.
    Lendo do princípio, parece que só se cria um novo nome quando haveria uma repetição do tipo “dezenas de dezenas”, “centenas de centenas”, “milhares de milhares”, que é feio, soa mal, e induz em erro por cansaço. Mas na verdade é feita uma “economia” de esforço a partir do 10^18: pessoalmente, eu continuaria com “Milhões de Biliões”, já que não há repetição de nomes… mas enfim, o pessoal decidiu ficar-se pelas centenas de milhar como limite do esquema de reutilização. Resultado: um escala que “anda” de 3 em 3 até aos milhões, e depois passa a andar de 6 em 6.

    Vejamos agora a numeração segundo a “escala curta” dos americanos:
    10^0 = Unidades
    10^1 = Dezenas
    10^2 = Centenas
    —————-
    10^3 = Milhares
    10^4 = Dezenas de Milhares
    10^5 = Centenas de Milhares
    —————-
    10^6 = Milhões
    10^7 = Dezenas de Milhões
    10^8 = Centenas de Milhões
    —————-
    10^9 = Biliões <———- Começa aqui a diferença!
    10^10 = Dezenas de Biliões
    10^11 = Centenas de Biliões
    —————-
    10^12 = Triliões
    10^13 = Dezenas de Triliões
    10^14 = Centenas de Triliões
    —————-
    10^15 = Quadriliões
    10^16 = Dezenas de Quadriliões
    10^17 = Centenas de Quadriliões
    —————-
    10^18 = Quintiliões
    10^19 = Dezenas de Quintiliões
    10^20 = Centenas de Quintiliões
    —————-
    10^21 = Sextiliões
    10^22 = Dezenas de Sextiliões
    10^23 = Centenas de Sextiliões
    —————-
    10^24 = Septiliões
    etc.
    Esta é mais fácil, mas para mim é menos lógica e rapidamente esgota a imaginação para criar nomes. Mas isso sou eu que tenho mau feitio.😉 No entanto, tenho de reconhecer a simetria simples da coisa. Anda sempre de 3 em 3 e pronto.

  6. Consta que há uns anos numa conferência do Carl Sagan ele referiu que o Mundo ia acabar daqui a “X bilions of years”. Alguém se levantou assustado na plateia e pediu para repetir. Depois disse aliviado: “Ah… Estou mais descansado, pensei que tinha dito X milhar de milhão!”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: