Olá Smera!

A curiosidade levou a melhor, e fui fazer uma visitinha à Lumeneo, nas redondezas de Paris. Já os tinha contactado antes, e mostraram-se interessados no meu interesse. ;)

Foram extremamente simpáticos, mostraram-me tudo, as instalações, a equipa, o projecto, os carros de desenvolvimento, etc. Valeu a pena a deslocação. Além disso, está situada numa região bucólica e de grande beleza natural, onde se come muito bem e as pessoas vivem mais devagar e são mais simpáticas.

Dei mesmo uma voltinha numa coisa que “ainda não existe”, e por isso não posso falar dela. :P Infelizmente não pude tirar fotos nem filmar nada dentro das instalações, como é óbvio. Maldita Propriedade Intelectual…

No entanto, foram simpáticos o suficiente para me fotografarem dentro de um dos carros de “show”.

O lugar da frente é surpreendentemente espaçoso e confortável, e tem uma boa visão para o exterior. Faz confusão ao princípio, neste híbrido entre carro e mota. o facto de termos um volante na mão e dois espelhos retrovisores de fora, mas nenhum espelho lá dentro. O que é lógico, pois só serviria para maquilhagem. :)

O lugar traseiro é descrito por eles como um “emergency seat”… eu experimentei sentar-me lá atrás e agora já sei como se sentem as múmias egípcias dentro do seu sarcófago fechado. Acho que deviam ter desenhado o carro com mais alguns centímetros de comprimento. Mas dado que o banco dianteiro tem bastante ajuste, é apenas uma questão de compromisso entre a altura do condutor e a do passageiro. De qualquer forma, o preço elevado deste veículo garante que apenas será utilizado para passeios hedonísticos, e talvez transporte uma garrafa de “Veuve Clicquot” e um cestinho de “baguettes” e “foie-gras” na traseira. ;)

Visto que os veículos em condições de marcha estavam todos fora em provas de homologação, não pude conduzir o modelo de produção do Smera. Chuif… Mas deixaram-me andar num outro, ainda experimental. A sensação de inclinação é uma novidade muito refrescante quando se vai sentado numa “baquet” confortável com um volante normalíssimo nas mãos. Parece que estamos dentro dum simulador daqueles das feiras… :)

A única nota negativa é que as portas não têm grande reforço contra impactos laterais. Isto é uma situação comum em muitos outros veículos mais tradicionais, talvez a maioria deles, mas mesmo assim eu gostaria de ver algum reforço num carro tão estreito. Mas enfim, como isso ainda não é um requisito legal nos crash-tests…. o facto é que muitos carros que andam por aí (alguns até mais carotes) são autênticos caixões sobre rodas em caso de impacto lateral, e por isso o Smera não lhes fica atrás.

About these ads

~ por Vasco Névoa em Agosto 12, 2010.

4 Respostas to “Olá Smera!”

  1. Ok, Ok…
    é giro, fica-te bem, o marbella tem barras de impacto lateral,etc… :)

    Specs tecnicos e fotos da máquina “despida”?
    Detalhes que não estejam no site deles?

    • Pois… muito gostaria eu de tos dar, mas não pude sequer tirar fotos. :)
      Posso dizer o que vi: uma estrutura de aço e alumínio, bem calafetada com massas elásticas para evitar ruídos, coberta por uma carrosseria de fibra de vidro leve. Dois grandes motores eléctricos, um por cada roda traseira, com transmissão por correia dentada. Uma bateria de lítio debaixo do banco do condutor. Os motores estão no chassis e não nas rodas. Curiosamente, quase todo o material tem origem na Europa ou nos EUA, e não na China. Silencioso e potente. :) Depois um motor eléctrico mais pequeno para inclinar a cabina, que quando não recebe energia é travado mecanicamente de forma automática.
      Os pneus de mota arredondados que eles mostram no site foram substituídos por pneus de secção rectangular iguais aos dos automóveis; isto veio reduzir para metade o atrito de rolamento e portanto aumentar um pouco a autonomia.
      Existem vários limites programados no software do carro, desde o binário máximo em cada situação até à velocidade máxima, passando também pela aceleração de inclinação da cabina… é um brinquedo complexo, este. :)

  2. Olá Vasco !!
    Passado mais de um ano será q já pode desvendar algo mais?
    O q viu foi a versão de 4 lugares? Tem mantido contacto com a empresa? Tem alguma ideia de datas de comercialização?
    Cumps

    • Olá Artur.
      O meu contacto com eles acabou por se desvanecer poucos meses depois. A minha intenção era ir trabalhar para eles e eles estavam definitivamente interessados, mas depois aconteceu uma qualquer catástrofe financeira que os fez reconsiderar todo o plano.
      Como resultado eles tiveram de cancelar indefinidamente o lançamento do Smera, e eu tive de continuar em Portugal. :(
      Naquela altura eles mostraram-me uma versão embrionária do Neoma (4 lugares) mas pouco ou nada me disseram, e eu nem sequer sabia se ia ter carlinga basculante como o Smera. Neste momento parece-me que sim.
      Quanto ao lançamento de qualquer modelo por parte deles… não faço ideia e acho que “até ao lavar dos cestos é vindima”; eles são uma pequena empresa de I&D e estão dependentes de acordos com os grandes fabricantes para massificar o produto. E neste contexto de crise, muitos dos grandes fabricantes têm mostrado muito conservadorismo e pouca visão. Por isso, “your guess is a good as mine”. Se eles conseguirem a parceria, os modelos aparecem cá fora num instante; senão, nada feito. É um jogo de espera.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

 
Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 218 outros seguidores

%d bloggers like this: