Escolas Alternativas

Ando a fazer uma recolha dos métodos pedagógicos “alternativos” que se podem encontrar em escolas na região de Lisboa. A intenção é inscrever os meus filhos nessas escolas, pois a minha fé no sistema “tradicional” sempre decresceu, e chegou agora ao ponto mais baixo.

Cada vez mais acho que a culpa da apatia e desinteresse dos alunos (e consequente falhanço dentro e fora da escola) é do método aplicado nos primeiros 10 anos de escola, que eliminam totalmente a capacidade de aprendizagem das pessoas. Mas adiante, vejamos as coisas pela positiva: onde estão as alternativas?

Na Finlândia as aulas normais são autênticas “workshops”, em que o trabalho é individual, mas monitorizado e auxiliado por um professor ou mais do que um ao mesmo tempo, o que nos nossos “poleiros de galo” é quase impensável. Veja-se o exemplo de uma aula de matemática:

aula de matemática.1

As diferenças são várias, mas as mais marcantes são a aprendizagem centrada no ritmo do aluno em vez do professor, e feita por experiência própria em vez de por decreto – e com a vantagem de eliminar os trabalhos de casa ;). Gostava muito de encontrar escolas assim para os meus filhos.

Até agora encontrei por aqui 2 métodos de ensino diferentes: o Freinet e o Waldorf. Para uma definição com sumo, sigam os links que a Professora Armanda Zenhas preparou sobre os dois métodos.

Pessoalmente, agrada-me bastante o Freinet, que por aqui em Portugal é defendido há cerca de 40 anos pelo “Movimento Escola Moderna“, uma associação nacional de profissionais da educação. Aquilo que me atrai é a liberdade de expressão e o desenvolvimento da individualidade (em vez de um currículo obrigatório e homogéneo), o fomento da participação social e da integração da diferença (essenciais à sobrevivência do indivíduo e da sociedade), e o fortalecimento da auto-confiança (em vez do esmagamento pelo “sistema”). Infelizmente, o núcleo regional de Lisboa dessa associação não guarda uma base de dados dos professores que praticam este método nem das escolas onde eles andam, já que existe uma tendência para a adopção do método pelos profissionais em início de carreira, que são os que mudam de poiso com mais frequência. O que será feito dos outros, aqueles que já têm muita experiência? Provavelmente desistiram de lutar pela diferença, pois o que me dizem é que há muita resistência por parte dos colegas, das direcções, e dos pais. Os alunos, esses, ganham-se facilmente quando os resultados aparecem. Cabe-me então a mim catalogar as escolas potenciais.

O Waldorf parece-me um pouco… aluado. É um bocadinho “naturista” demais para o meu gosto… aquela preocupação extrema com a comida vegetariana e biológica raia os limites daquilo que considero sensato. No entanto, partilha com o Freinet as partes melhores, ou seja, o contacto com o mundo real e com a natureza e o desenvolvimento da personalidade individual, auto-confiança, independência. No entanto, não me parece tão completo, pois é capaz de faltar a dimensão da participação social e mesmo o desenvolvimento intelectual. Penso que aqui é diferente, que eles preferem estimular a sensibilidade artística a um extremo maior de individualidade. Mas posso ter percebido mal. ;)

Então vamos lá listar essas escolinhas de Lisboa e arredores…

Escolas com método Waldorf  (susceptível a correcções):

Escolas com método Freinet/MEM/Trento/Positivismo (susceptível a correcções):

Escolas com método High Scope (susceptível a correcções):

A principal dificuldade em localizar estas alternativas é que normalmente não são as escolas que as defendem, mas sim os professores a título individual. E se eles saem da escola, lá se vai a alternativa. Por isso esta sabedoria vai passando de boca em boca, sem ficar registada em nenhum lado… mas eu não gosto de elitismos! :p

Se souberem de mais algumas, por favor avisem, ok?

-Adenda-

Passado cerca de um ano, compreendo agora que estas duas famílias de pedagogias são quase antagónicas, ou pelo menos complementares.

Por um lado, a Waldorf defende o direito da criança ser criança e de brincar tanto quanto desejar, pois acredita que é a brincar que a criança se integra mais correctamente no mundo. O trabalho intelectual é posto em segundo lugar face ao trabalho emocional e social. Agrada-me principalmente o potencial de fortalecimento emocional trazido pela mistura etária dos grupos e pelo contacto com a natureza. Esta base sólida está em falta na maior parte dos adultos inseguros, agressivos, e desonestos que já encontrei pela vida.

Por outro lado, as pedagogias Freinet/MEM/High Scope privilegiam a capacidade intelectual, autonomia, e independência da criança. Propulsionam o indivíduo a nunca se contentar com dogmas ou mistérios, a pôr questões, a procurar respostas, a sistematizar a busca por soluções, a usar o método científico no seu dia-a-dia. Agrada-me bastante pensar que os melhores engenheiros e cientistas surgirão provavelmente daqui, mas seria ainda melhor pensar que melhores cidadãos em geral seriam criados, quaiquer que sejam as suas áreas de acção. Este pragmatismo naturalmente corajoso, quando em falta, dá origem a adultos incompetentes, impotentes, e conformados.

A minha conclusão é: na creche e no jardim de infância, o método Waldorf e derivados constituem uma muito necessária base de auto-confiança emocional e integração com o mundo social e natural. No ensino primário e secundário, o método Freinet e derivados conferem as capacidades intelectuais de trabalho independente e em equipa tão desejadas por todos os pais, mas de uma forma totalmente interessante e estimulante para as crianças e adolescentes que o fazem. Penso que o mais saudável é a integração em continuidade dos dois métodos.

Infelizmente, o núcleo regional de Lisboa desse movimento não guarda uma base de dados dos professores que praticam este método nem das escolas onde eles andam, já que existe uma tendência para a adopção do método pelos profissionais em início de carreira, que são os que mudam de poiso com mais frequência. O que será feito dos outros, aqueles que já têm muita experiência? Provavelmente desistiram de lutar pela diferença, pois o que me dizem é que há muita resistência por parte dos colegas, das direcções, e dos pais. Os alunos, esses, ganham-se facilmente quando os resultados aparecem.
About these ads

~ por Vasco Névoa em Junho 16, 2009.

63 Respostas to “Escolas Alternativas”

  1. http://www.eses.pt/usr/ramiro/docs/etica_pedagogia/C%C3%A9lestinFreinet.pdf

    • Vasco primeiro seu post q veio “clarear” algumas de minhas duvidas sobre as metologias dos métodos descritos. Porém ainda estou com muitas dificuldades em encontrar escolas, colégios em Portugal masi especificamente na grande Lisboa q adotem algum desses métodos para 3º ciclo ou seja a partir do 6º ano. Tenho 3 filhas 2 no 6º e outra no 7º . Busco por essas metologias por encaixarem no perfil principalmente de 2 delas!
      Agradeço se puder me ajudar indicando escolas que atendam as nossas necessidades e/ou onde poderei encontrar esss informações.
      Grata Maria Cândida

      • Maria Cândida, partilho das suas dificuldades pois também não tenho conhecimento de tais escolas.
        Tanto quanto sei estas metodologias não são aplicadas por cá depois do 2º ciclo. Aliás, já é difícil encontrar escolas que as tenham no 2º.
        Caso as encontre, agradeço que comente aqui para que outras pessoas possam beneficiar.
        Obrigado!

      • Olá Maria Cândida, sou um professor Waldorf e encontrei hoje por acaso os teus comentários. Se ainda precisares de alargar as considerações podes entrar em contato comigo!
        Raul Guerreiro
        guerreiro@t-online.de

  2. Jardins Escola João de Deus e o método da cartilha entre outros

    http://www.joaodeus.com/jardins_escola/rede.asp

    • Muito obrigado pela chamada de atenção, esse método da \”Cartilha Maternal\” é muito interessante no ensino eficiente e eficaz da língua como ferramenta de estruturação do pensamento (algo que faz muita falta a muitos políticos que conheço…:P ).
      Mas ainda assim não chega para o que quero: uma educação baseada na colaboração democrática e na expressão individual.
      De qualquer forma, fica aqui a referência. :)

  3. O Colegio Sa de Miranda tb segue o movimento Escola Moderna e o incentivo das criancas pelo optimismo. O meu filho de quatro anos esta la ha um ano e meio e estou muito contente. Tem ensino ate ao 6o ano de escolaridade

  4. Boa tarde! Devo felicitar-lhe pela intenção de colocar os seus filhos num sistema de educação alternativo, desde há muitos anos louvado no estrangeiro e tão pouco valorizado e desconhecido em Portugal. Pela minha experiência aconselho-a pela pedagogia Freinet e a melhor forma de saber em que escolas existem é contactar o Movimento da Escola Moderna pois eles indicam-lhes os professores do Movimento que estão colocados nas respectivas escolas de Lisboa. Boa sorte! :)

    • Obrigado Sissi pela contribuição. :)
      Infelizmente eu próprio tentei isso há bastante tempo sem sucesso.
      O MEM de Lisboa não me respondeu aos e-mails, e por telefone apenas fiquei a saber que não existe uma base de dados ou simples lista dos professores que praticam MEM. A razão avançada é que estes professores estão geralmente em início de carreira e mudam bastante de escola, e como o MEM é 100% voluntariado, não há ninguém com a capacidade de manter uma tal lista actualizada… :(
      Infelizmente só mesmo descobrindo um professor praticante é que se pode encontrar os outros. Uma alternativa é frequentar os eventos MEM que vão sendo organizados ocasionalmente – penso que a maior incidência tem sido na margem sul.

  5. Sou uma das mães fundadoras da Cooperativa que suporta a Escola Velaverde (assumo a direcção pedagógica) e gostaria apenas de esclarecer que esta escola não aplica a pedagogia waldorf, mas uma metodologia de origem italiana criada, no início dos anos oitenta, em Trento (Itália).
    Esta metodologia tem por base o trabalho de projecto, a partir dos estímulos ambientais do quotidiano. Toda a sua prática está assente em princípios de sustentabilidade (onde se inclui, a alimentação de origem biológica e ovo-lacto-vegetariana). As crianças são protagonistas activos no seu processo de aprendizagem.
    Até breve

    • Muito obrigado pela correcção. :)
      Tentei encontrar informação que descrevesse essa metodologia criada por Stefano Cavagna e Sonia Cian ao abrigo do Progetto Velaverde, mas não encontrei. Se existirem recursos descritivos online, agradeço que mos aponte.

  6. Boa tarde,

    O Colégio da Fonte Velha, juntamente com a Belourinha, praticam, na sua essencia o MEM, juntamente com outras correntes pedagógicas. Deixo-lhe mais uma proposta, a Escola Raiz, no Restelo, tem a metodologia High Scoope, que, pelo que li, poderá ser uma alternativa viável à educação tradicional. Tem também como centro o aluno, os projectos e muito mais.

    Espero ter contribuido!

  7. Actualizei a lista de escolas e métodos com as contribuições dos leitores.
    Obrigado a todos!! :)

  8. Olá!
    Existe também a harpa, perto de Alhandra:

    http://www.harpa-portugal.com/

    Cumprimentos
    Dulce

  9. Ola boa noite,

    ando precisamente a fazer este tipo de busca e desde ja agradeço este seu magnifico esforço. Estive na semana passada na Voz do Operario, senti que a degradação das instalações esta no seu limite maximo, apesar da excelente recepcao que obtivemos.
    Entretanto chegou a tomar alguma decisao? Pode partilha-lá?

    Desde ja obrigada

    Catarina L.

    • Sim, frequentámos a Casa Verdes Anos durante um ano, e só tenho coisas boas a dizer. :)
      Este tipo de escola pressupõe um envolvimento maior por parte dos pais. Na verdade, somos todos colegas num projecto deste tipo, tanto os pais como os professores como a direcção da escola.
      Todos nos focamos à volta da educação e experiência positiva de vida das crianças, e não só, as nossas vidas também ganham muito.
      Boa caça! :)

  10. Existe um jardim de infância de orientação puramente Waldorf em Sintra, O Pé de Româ. Tive a filha lá um ano e estou a passar pelas agruras de a ter colocado este ano no ensino público.

    • É…. eu cada vez mais acho que o Waldorf puro não é viável para quem vive em sociedade moderna. Considero que deve haver bastante influência Waldorf no ensino, pois afinal somos todos seres humanos e devemos dar ouvidos e espaço à nossa natureza; no entanto, também não podemos ser “mais papistas que o papa” e lutar contra a evolução tecnológica e a sua constante difusão na sociedade. Antes pelo contrário, há que procurar abraçar a tecnologia e tentar torná-la o mais compatível possível com a Natureza. Por isso dou mais valor a escolas de filosofia mista, como a Verdes Anos, em que as regras existem mas são sempre negociáveis e vão evoluindo conforme as necessidades observadas. O mesmo já não parece acontecer noutros locais mais “dogmáticos”, como no Jardim de Infância São Jorge em Alfragide, que é bastante rígido com a filosofia Waldorf — por vezes demasiado rígido. Este exagero gera depois o choque de regresso ao “mundo exterior” da maioria social… é portanto necessário um compromisso de maior valor.

  11. Olá, procuro uma escola com alimentação vegetariana na margem sul do tejo. Alguém me pode ajudar?

  12. Boa Noite.
    Procuro exactamente o mesmo no que diz respeito à alimentação!
    Gostaria também de saber se alguém sabe de uma escola na margem sul do Tejo com uma pedagogia alternativa.

  13. Ola,

    Tambem passei pela mesma experiência de procura de ums escola alternativa ao método tradicional, tendo ficado muito dividida entre waldorf e high scope. Acabámos por optar colocar o nosso filhote na raíz no restelo e estamos muito contentes. Claro que falta aquele trabalho espiritual que é feito nas escolas waldorf mas vamos fazendo esse trabalho em “After School”. Aconselho a ir pesquisar mais sobre este método muito identico ao MEM mas um pouco mais alternativo.

    Gostaria de chamar a atenção que temos escolas especificas com os vários métodos alternativos em que toda a escola e os seus professores e educadores funcionam segundo esse método. Por isso mesmo mudando de professor o método continua pois é a escola que o defende.

    deixo aqui uma lista mais completa de escolas alternativas e os seus contactos

    http://anjaliteam.blogspot.com/2010/08/quase-no-final-das-ferias-e-no-de-um.html

    A casa verdes anos como tem inspiração de vários métodos depende da professora que têm, se ela for waldorf os meninos terão um ensino waldorf se for MEM terão MEM.

    Eu tambem concordo que o ideal é uma mistura entre high scop/MEM e o waldorf mas quem conhece e estudou bem as pedagogias isso não faz sentido. A rigidez que nós falamos do waldorf tem a ver com a base em que assenta: a antroposofia e qualquer variação não faz sentido, por isso não podemos tirar um bocadinho que gostamos e misturar com outro método.

    Já agora decidiu retirar da casa verdes anos porque? Qual foi a escola para onde decidiu ele ir agora?

    Se precisar de alguma ajuda adicional terei todo o gosto em o ajudar com as minhas pesquisas de mãe.

  14. Olá.
    A minha filha frequenta a APIA – Associação de Protecção à Infância da Ajuda (Berçário, Creche e Infantário), cuja pedagogia assenta no Movimento da Escola Moderna. Está no primeiro ano do Infantário e até agora só tenho coisas boas a dizer da escola.
    Obrigada por partilhar as suas pesquisas porque começo a preocupar-me com a escola do primeiro ciclo. Gostaria que ela se mantivesse numa escola que seguisse esta linha.

  15. Olá! Na margem sul tb temos um colégio estupendo que aplica na integra o MEM. A minha filha está integrada em jardim-de-infância em grupo heterógeneo e só posso apontar beneficios e qualidades a este modelo pedagógico. O colégio chama-se Cantinho dos Amigos e fica no Seixal. tem as valências de creche, jardim e 1º ciclo do ensino básico.

  16. No concelho do Seixal existe um colégio que aplica o MEM na integra. A minha filha está integrada em grupo heterógeneo em jardim-de-infância e só posso apontar beneficios e qualidades a este modelo. É realista e continua adequado aos dias de hoje e sobretudo valoriza a criança no seu todo. O colégio chama-se Cantinho dos Amigos e tem as valências de crehe, jardim e 1º ciclo do EB.

  17. Olá. Sou mãe de uma menina de 15 meses e gostaria de a por na cresce para o ano, quando ela completar 2 anos. Ando à procura de escolas alternativas. Eu andei no Ext. Fernão Mendes Pinto, em Benfica, e adorei. Marcou-me muito na minha vida pessoal e profissional. Por isso procuro uma escola semelhante para a minha filha. No entanto, resido em Queijas e trabalho em Paço de Arcos, pelo que procuro uma escola mais para estes lados. Todos estes comentários, têm sido muito úteis, mas como são mais antigos, escrevo para saber se há alguma alteração? Ou alguma recomendação nova? Muito obrigada!

  18. Olá sou mãe de um menino de 6 anos, que está no1ºano, anda numa escola com o metodo tradicional, ele não mostra qualquer interesse pelas aulas e parece estar sempre com a cabeça na lua, só quer apreender o que realmente o interesse e por isso foi catalogado como tendo défice de atenção. Eu gostaria de tentar outro método de ensino com o João, que estivesse mais próximo com a natureza, que respeitasse mais o ritmo do dele e por isso tenho pesquisado outras escolas com outros métodos, fiquei interessa na Casa Verdes Anos, mas tenho receio que quando ele sair para o 2º ciclo o choque seja grande, uma vez que esta escola só tem até ao 4º ano. Conhecem alguem que tenha tido o filho nesta escola e já tenha saido ? Como foi a sua adaptação ?

    • Olá Cristina.
      Os poucos que tive conhecimento dizem que correu tudo bem, o choque não é grande.
      Mas peço a pessoas com a experiência directa que comentem melhor.

    • Olá cristina ,tenho 3 filhas ,2 ainda andam na belourinha | colegio da fonte velha na quinta da beloura em sintra ,utilizam o MEM e estou muitissimo satisfeita ,as minhas filhas são crianças felizes na escola e desenvolveram uma vontade pelo saber ,tenho o hábito de dizer que as minhas filhas andam numa escola que todas as crianças merecem ter,é fantástica :)

  19. Obrigado Vasco, gostava imenso de ter contacto com alguém que já tivesse essa experiência, pois estou muito dividida.

  20. Bom dia

    Estou a retirar a minha filha a meio do ano lectivo do Jardim de Infância onde anda desde sempre e apesar de “milagrosamente” ter entrada imediata quer na Escola a Raíz, quer no Colégio do Bom Sucesso estou muito indecisa pois são métodos completamente diferentes!! A minha filha tem 5 anos e entra em Setembro para a escola primária. É uma criança muito, mas muito distraída e daí a dificuldade em decidir qual o melhor método de ensino para ela.

    Agradeço as vossas opiniões!

  21. Exclente lista. Tambem eu procuro desde sempre uma escola com um projecto tipo “MEM”. A minha filha andou na Voz do Operário até ir para o 1º ciclo e agora está no Extrenato “A Arvore” que pode acrescentar à sua lista. Fica ao pé da Assembleia da Republica, e tem um projeto de educação pela arte. É uma escolinha pequena com infantil e 1º ciclo. Tem o mesmo problema que a Voz, umas instalações de fugir, super degradadas…Também já ouvi falar do Grémio em Campo de Ourique, que penso ter um projeto um pouco diferente (http://www.gilconet.net/v1/), e que tem até ao 3º ciclo. Vou ficando atenta à sua lista.

  22. Olá! Não estou nada satisfeita com a creche onde a minha filha de quatro anos frequenta… Iniciei agora a minha pesquisa por escolas alternativas e encontrei aqui os vossos contributos que foram bastante interessantes e abriram novos horizontes! Pena que não encontrei nada aqui na zona onde vivo (margem Sul), a não ser uma referênciação acerca da escola “o cantinho dos amigos”, escola esta que fiquei sem perceber se realmente pertence à categoria de “escola alternativa”. Gostaria muito de saber se existem mais possibilidades aqui perto e, caso não existam, sugestões e opiniões para a zona de Lisboa e arredores. Também gostaria de encontrar um lugar que tenha o máximo de continuidade possível para não ter que mudá-la de escola várias vezes… Acho que os nossos filhos merecem esse investimento e esforço! Tenho alguma urgência e desde já agradeço os vossos preciosos contributos

    • Não conheço bem as escolas da margem sul. Tenho uns amigos que moram no Barreiro e têm os 2 filhos numa escola, posso perguntar se tiver interesse. Em que zona da margem sul?

  23. Olá, vejo este blog há algum tempo e penso que nunca ninguém mencionou a Associação Harpa, Jardim de Infância e escola primária. estive lá a fazer uma visita e fiquei bastante impressionada com o profissionalismo destes bem como as condições muito adequadas. Actualmente só está disponível até ao 4º ano mas pelo que me disseram o ano que vem têm em prespectiva alargar ao 5 e 6 ano para dar resposta aos alunos que terminam. esta escola além de ter o preços mais em conta que pesquisei tem a vantagem de ter transporte para a linha de Oeiras e Lisboa. Quanto há questão da marguem sul eu própria estou a tentar viabilizar a entrada da minha filha nesta escola e se houvesse mais pais interessados podiamos viabilizar esta situação

  24. Olá tenho dois filhos de 5 e 8 anos que frequentam o Centro Alfredo Pinheiro (Torre – Cascais), uma das escolas piloto na aplicação do Mem (há cerca de 27 anos). Adoro e as crianças têm demonstrado um empenho enorme em aprender. Gostaria de saber se alguém conhece para o 2º ciclo, escolas com método MEM na zona. Muito Obrigada

    • Ola, em Cascais (Birre) existe a escola “Os Aprendizes” que se regulam pelo método High Scoope (parecido com o MEM). Esta escola vai até ao 6º ano e tem incluído na mensalidade: yoga para crianças, teraqpia pela arte, meditação para crianças, e as outras actividades normais.

      Vá fazer uma visita. Tenho lá amigos que gostam muito.

    • Tb tenho os meus filhos na escola Alfredo Pinheiro e adoram ir para a escola todos os dias. Sentem-se como fazendo parte de uma grande família e de facto o método é ótimo.
      Agora, realmente para o segundo ciclo é que escassam as alternativas.
      Alguém tem conhecimento de escolas alternativas para o segundo e terceiro ciclo?

  25. Gostava de partilhar com os pais da margem sul que descobri hoje, através de contacto com as respetivas escolas, que além do “cantinho dos amigos” (seixal), que aplica o movimento escola moderna na íntegra, também o colégio do vale segue esta metodologia, com uma exceção, as turmas são homogéneas (não mistura as idades, ao contrário do “cantinho dos amigos”). Foi uma surpresa para mim, porque pensava que o colégio do vale seguia uma metodologia tradicional.

  26. Mais uma da margem sul interessada na pedagogia Waldorf/Mem :D

    • Tenho mais novidades da margem sul! Primeiro uma correção ao meu post anterior: o colégio do vale tem inspiração MEM, mas não aplica na integra. Agora, a grande descoberta!!! Fui visitar a escola Fernão Mendes Pinto, famoso e tradicional reduto do método MEM… Só que é em Benfica e eu já fazia contas de cabeça sobre continuar todos os dias a vir de carro com a minha filha para Lisboa (ela tem frequentado a escola velaverde desde os 2,5 anos). Eis senão quando… o diretor me disse que era também dono de uma escola na margem sul, da qual a sua mulher é a diretora! É o Barquinho, em Almada. Já lá fui e…. adorei. Educação para a cidadania, autonomia, espírito pensador. 85% dos alunos tiveram muito bom a matemática, nas provas de aferição do 4.º ano e o ano passado tinham tido melhores resultados ainda! As instaçaões são muito melhores que as de Lisboa (margem sul, claro…) até piscina tem… era a antiga escola da Lisnave. O preço aé pediatra inclui! Mas não é barato. São 400 euros por mês, no mínimo.

  27. Tenho a minha filha (que fez na semana passada 4 anos) no Externato Fernão Mendes Pinto e não podia estar mais contente. A evolução dela ao nível da auto-confiança e do relacionamento com os outros, tanto crianças como adultos, é impressionante. Penso que é importante alguma continuidade no método, pelo menos até ao final do ensino primário.

  28. Tenho os meus três filhos inseridos no mesmo Colégio (dois estão na Belourinha) e o mais velho (está na Fonte Velha) vai iniciar o 4º ano. Estou muito contente com o método de ensino e quero que continuem no mesmo modelo pedagógico. O Problema é que para o 2º ciclo não há muita oferta. Já pedi informações por email à Escola Os Aprendizes…mas gostava de conhecer alternativas :-)

  29. ola tenho dois filhos no metodo tradicional e cada vez mais sinto que aquilo não funciona nada bem, eles são duas crianças que apenas querem ser crianças e o metodo tradicional parece que “atrofia” as crianças apenas querem resultados, mas vivo no Algarve existe alguma escola alternativa sem ser do metodo waldorf ?

  30. Não conheço outras escolas alternativas no Algarave mas a escola Waldorf do Algarve é capaz de ser umas das melhores escolas de ensino alternativo que existe neste momento em Portugal. Pode parecer um pouco radical mas para os seus filhos é extraordinário.

  31. O centro Hellen Keller, o Colegio As Descobertas, ambos no Restelo, creio que tambem seguem o MEM.
    Sabem me dizer nesta zona mais Colegios que apliquem este metodo?

    Pergunto:
    O Externato Sao Jose e o Colegio Bom Sucesso aplicam o metodo tradicional, correcto?

  32. O meu filho tem dislexia e frequenta a escola tradicional. Ficou retido no 3º ano. Desenvolveu fobias e está sempre em grande stresse com o ritmo que imprimem na escola, em particular nos momentos de avaliação. Numa pesquisa, encontrei este blog. Aconselharam-me pesquisar o método Waldorf. Talvez o meu filho necessite de um ensino alternativo. Vivo perto de Sintra, Queluz. Que conselhos me poderão dar? Obrigada Paula Ferreiro

  33. Bom Dia
    Numa busca pela Net a tentar encontrar respostas para a minha filha encontrei estes post. Peço ajuda, a minha filha tem 14 anos esta no 7 ano, tem dislexia. Não esta minimamente integrada e em termos comportamentais isto esta a ter repercussões. Queria que no próximo ano ela inseri-se uma escola em que o ensino a motiva-se mais , o problema é que ela só me fala de escolas que tivessem também dança, culinária, artes plásticas …. Moro na zona de Lisboa. Se me puderem ajudar agradecia o meu mail é elisabetemmmota@live.com.pt

  34. Olá!

    Acho ambos os métodos extremamente interessantes e infelizmente pouco difundidos…

    Tenho um filho que vai ingressar no 1º ano em Setembro, e também gostaria de o colocar numa escola que seguisse o MEM, mas na minha zona não há nada… moro no concelho de Vila Nova de Gaia, por acaso não tem nenhuma informação de escolas que pratiquem ou se inspirem no MEM em Gaia ou Espinho? No Porto existe os Gambozinos, Espinheira Rio, Osmhop e Tangerina, mas preferia algo mais perto, já que o tempo passado no trânsito nos retiraria bastante qualidade de vida…

    Se tiver algum tipo de informação que pudesse partilhar agradeço! :)

  35. Olá a todos,
    O Diogo tem 12 anos e é autista de alto funcionamento. É muito inteligente, 100% verbal, mas não tem qualquer interesse pelo ensino tradicional. Estamos a tentar encontrar uma resposta alternativa que o saiba motivar e levá-lo a interessar-se por temas menos “apetecíveis”. agradeço desde já todos os contributos desta página que me estão a ajudar nesta busca. Prometo dar noticias!!! :)

    • Eu também procurei algumas escolas com ensino alteranativo para o meu filho que tem 7 anos e tem défice de atenção e deslexia. E visitei a Casa Verdes Anos , no Monsanto que é uma escola c/ pedagocia MEM e influencia Waldorf e também já tenho visita marcada para outra escola em Alhandra, a Harpa, que é uma escola Waldorf, e que apesar de ser em Alhandra tem transporte para Lisboa.

  36. E quando chegam ao secundário, existem escolas alternativas? Alguém me sabe dizer? Na região do grande Porto, obrigada

  37. Sou professora de crianças com necessidades especiais e tenho bastante experiência com vários métodos pedagógicos. A conselho vivamente o High Scope e o MEM, mas não aconselho o Waldorf porque ao querer respeitar os tempos da criança e o seu lado anímico acabam por cair no erro de nada fazerem com ela, tornando-se assim muito dificil o seu desenvolvimento em todos os aspetos. Enquanto uns estão a aprender, essas crianças ficam a brincar com os seus brinquedos sem serem colocadas no grupo. (respeitam o que elas querem fazer mas isso vai fazer com que se isolem cada vez mais da sociedade e se tornem menos caapazes)
    Tenho ouvido falar muito bem dos aprendizes em Cascais. Esta escola tem feito trabalhos inovadores com crianças com necessidades especiais e com as que não têm necessidades especiais. Têm sido muito recomendados por várias instituições e por várias pessoas com quem tenho estado.

  38. eu tenho as minhas filhas num infantario/jardim de infancia que segue o mem (todas as educadoras) e ADORO. aqui vai o link

    http://www.infantariopilotodiese.com/

  39. Olá Vasco!
    Caí aqui e fiquei feliz.
    Também procuro algo de diferente e individualizado para os meus filhos.
    O problema é que até agora so entrei algo ou longe ou muito caro.
    Estou muito interessada no método MEM ou high scoope, acessível e na zona da linha.
    Consegue ajudar-me!?
    Muito obrigada
    Rita

  40. Boa noite, outra que conheço com abordagem High/Scope é o Externato O Pirilampo em Odivelas.

    http://extpirilampo.com/metodologia.php

    Estou satisfeito com os resultados. A nível de preço, é bastante acessível.

    Espero ter contribuído para a listagem

    Bruno

  41. No Externato Marcelino Champagnat, algumas professoras do 1° ciclo desenvolvem o seu trabalho com influência MEM… Utilizam método interativo de aprendizagem de leitura e escrita, têm momentos de Tempo de Estudo Autónomo (que permite a diferenciação pedagógica e uma maior autoconsciência das dificuldades), valorizam o Conselho de Turma (onde são discutidos os problemas da turma e as propostas dos alunos), dão ênfase aos momentos de partilha e discussão de ideias…

  42. Bom dia,
    Tenho um filho com 4 anos que vai mudar de escola e procuro uma com ensino alternativo na linha de Cascais, se possível entre o Estoril e Oeiras com o método MEM.
    Ouvi falar bem da escola 31 de Janeiro, na Parede, mas não sei que método segue.
    Obrigado

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

 
Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 217 outros seguidores

%d bloggers like this: